Logotipo da Coinbase
Entrar

Dicas de especialista: a fundadora de criptofundo

Dicas de especialista: a fundadora de um criptofundo

Pedimos a criptoinfluenciadores, traders veteranos, fundadores de fundos de capital de risco, entre outros especialistas, para compartilhar suas principais dicas, recomendar contas essenciais para seguir no Twitter e contar as histórias de suas melhores operações. Neste artigo, nós falamos com Linda Xie, fundadora da Scalar Capital e ex-gerente de produto da Coinbase.

Quando você pede a especialistas em criptoativos uma lista das pessoas mais inteligentes e de maior visão nesse mercado, a fundadora do fundo de capital de risco Linda Xie é o nome mais citado. Xie (que se pronuncia "chêi") se interessou por Bitcoin na faculdade, mas foi só quando a Overstock.com passou a aceitar esta criptomoeda como pagamento, em 2014, que ela se sentiu otimista em relação ao futuro do dinheiro digital a ponto de abandonar um emprego na área financeira. Ela foi uma das trinta primeiras funcionárias da Coinbase e subiu na hierarquia até chegar ao posto de gerente de produto especializada em regulamentações e compliance. Desde 2017, ela lidera a firma de administração de investimentos em criptomoedas Scalar Capital, que se concentra em startups de criptoativos. "Somos muitos voltados para o longo prazo", explica. "Gostamos de nos envolver bastante, ajudando os fundadores e participando das comunidades."

Entenda suas opções

Os iniciantes podem ficar um pouco perdidos, sem saber por onde começar nas criptomoedas. Além do ponto de partida óbvio que é o Bitcoin, Xie recomenda prestar atenção nas oportunidades que o Ethereum oferece. "Estamos vendo muito capital ir para lá", avisa. "Então, eu acho que vale muito a pena prestar atenção no Ethereum e seu ecossistema." 

Pesquise o Ethereum

De acordo com Xie, um grande motivo para o otimismo em relação ao Ethereum é o fato de sua principal tecnologia ser a base do mundo das DeFi (finanças descentralizadas): "O que está ganhando embalo? Pelo que as pessoas estão dispostas a pagar taxas? O que está ganhando volume? Onde está a atividade dos desenvolvedores?" 

Não se preocupe com o melhor momento

Quando os preços estão subindo rápido, é natural sentir que você saiu perdendo por não ter comprado antes. Xie recomenda não se preocupar com o momento certo, especialmente se você está comprando agora e pensando no longo prazo. "Se você olha para um ativo e diz: 'Está cedo e eu acredito fortemente que ele vai nesta direção,' não é fundamental esperar o melhor preço", afirma a especialista. "Pode fazer sentido pensar na média do custo do dólar e comprar uma quantia que você esteja confortável em perder. Porque se você olhar para a perspectiva de longo prazo, muitas criptomoedas ainda estão no começo."

Comece pequeno

A primeira regra de Xie para quem está começando nos criptoativos é investir apenas o que você pode perder. Especialmente quando se trata de DeFi, que é difícil de entender sem testar na prática e é melhor deixar para os traders mais experientes. Ela sugere ir devagar e começar pelos protocolos maiores e mais estabelecidos: "Você pode brincar com um capital pequeno no [protocolo descentralizado de empréstimos] Compound, emprestando um pouco das suas criptomoedas e ganhando juros. Ou trocar pequenas quantidades em um ambiente de câmbio descentralizado. Mas eu faço questão de enfatizar que conheço pessoas que se deram mal no DeFi. É muito arriscado."

Operações favoritas de Linda Xie

Xie estava "profundamente envolvida" com o Bitcoin quando o Ethereum surgiu em 2015. Ela se lembra de ter visto muito ceticismo na época, mas estava convencida do grande potencial da criptomoeda, e a aposta deu certo. "Quando invisto, procuro algo diferente do que já existe," explica. "Não estou interessada em meras imitações. O Ethereum foi a primeira solução depois do Bitcoin que eu senti que realmente avançou o cenário."

Vá até a fonte

Como o mundo dos criptoativos é muito novo, você pode conseguir informações valiosas lendo o que a equipe (ou comunidade) por trás dos projetos escreve no Medium ou no Twitter. "Além disso, você tem que entrar no grupo do Discord, do Telegram ou de qualquer outra plataforma utilizada para gerenciar a comunidade", acrescenta Xie. "É muito útil entender profundamente todos os detalhes do projeto e da comunidade."

Identifique tendências

Algumas das fontes de informação preferidas de Xie, especialmente sobre projetos DeFi, são: EthHub, The Defiant, Coin Metrics e DeFi Pulse.  Ela também lê o boletim Our Network, feito por Spencer Noon, outro investidor em criptomoedas. "Quando vejo muita gente que eu respeito falando de algo, sem dúvida vale a pena pesquisar", conta Xie. "Não necessariamente significa que seja um bom investimento, mas é um forte indicativo de que eu preciso pelo menos entender o que é aquilo."

Dê criptomoedas para amigos e familiares

Xie está dando criptomoedas de presente de aniversário há anos, mas recentemente começou a dar Bitcoin e Ethereum a filhos dos amigos e pedir aos pais para guardar as criptomoedas até que eles tenham idade para usar. "Acredito que nessa época elas vão valer bastante dinheiro", prevê a investidora. "Mas a parte boa dessa ideia é o simples fato de ver o que acontece quando as pessoas guardam criptomoedas por longos períodos de tempo."