Logotipo da Coinbase
Entrar

O preço do Bitcoin na semana de 3 a 8 de fevereiro

Publicado em 8 de fevereiro de 2021

Visão geral

Hoje, o Bitcoin atingiu um novo recorde de US$ 45.000 após a notícia de que a Tesla investiu US$ 1,5 bilhão na criptomoeda e pretende aceitá-la como forma de pagamento algum dia. 

A atitude da Tesla, que foi revelada em um relatório enviado à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês), veio após seu fundador Elon Musk ter mudado a bio no Twitter para #bitcoin por um breve período durante o "memestock" ocorrido na semana passada. Isso gerou especulações de que uma ou mais empresas de Musk comprariam essa criptomoeda, provocando a alta nos preços do Bitcoin.

A gigante dos veículos elétricos é a última e mais importante empresa de capital aberto a revelar que acrescentou Bitcoin às suas reservas para criar "mais flexibilidade, além de diversificar e maximizar o retorno do nosso dinheiro", segundo o relatório da SEC. Com essa decisão, a Tesla segue os passos da processadora de pagamentos Square e da empresa de análise de negócios MicroStrategy. 

É válido destacar que nossa análise mostra uma redução do interesse pelo Bitcoin nas redes sociais ao longo de todo o período de alta, quando comparado ao pico anterior. Então, o que significam essas movimentações das empresas e o recorde na alta dos preços?  

Pontos principais

Um dos principais fatores que levou à alta nos preços do Bitcoin foi a aceitação cada vez maior da criptomoeda como ativo de tesouraria corporativo. O investimento de US$ 1,1 bilhão feito pela MicroStrategy em 2020 vale hoje quase US$ 3 bilhões. O investimento inicial de US$ 50 milhões feito pela Square vale atualmente mais de US$ 200 milhões.

  • Outro indicador do aumento na aceitação institucional foi a revelação dos planos do gerente de fundos Bill Miller para investir até 15% dos US$ 2,7 bilhões do Miller Opportunity Trust no Grayscale Bitcoin Trust. 

  • A MicroStrategy organizou o evento "Bitcoin for Corporations", no qual definiu os desafios, a logística e as considerações para investimentos corporativos em Bitcoin. De acordo com a empresa, 1.400 representantes de várias firmas marcaram presença no evento. 

  • Por que isto está acontecendo? Uma teoria muito popular diz que o auxílio emergencial dado pelo governo dos EUA devido à COVID aumentou a circulação de dólares norte-americanos em pelo menos 25% no ano passado. "A inflação funciona da seguinte forma: quanto maior a quantidade de um ativo que você tem, menos valioso ele é", explica Brian Books, ex-Controlador da Moeda dos EUA. "Isso explicaria por que várias instituições querem ter bitcoins em seu patrimônio." Vale destacar que Brooks também já foi diretor jurídico da Coinbase.

Destaque: interesse em buscas e nas redes sociais

Apesar do recorde na alta de preços, o interesse pelo Bitcoin nas buscas feitas no Google dentro dos EUA continua relativamente baixo, quando comparado à grande alta de 2017. Mas isso não significa que as principais comunidades online estejam paradas (e muito menos que os traders de varejo não representem uma parte crucial do ecossistema Bitcoin). Diante da febre da Gamestop na semana passada, na qual os usuários do Reddit abalaram o mercado tradicional e acabaram impedidos de negociar determinadas ações em plataformas populares, as criptocomunidades no Reddit tiveram uma onda inédita de novos assinantes. Com a notícia do investimento feito pela Tesla e a alta recorde nos preços, vai ser interessante observar se o público geral vai finalmente voltar a prestar atenção no Bitcoin em grande escala e qual será o impacto disso. 

Compre bitcoin em apenas alguns minutos

Comece com apenas US$ 25 e pague com sua conta bancária ou cartão de débito.